Nossas Categorias

Como realizar uma mesa rio com resina epóxi?

Como realizar uma mesa rio com resina epóxi?

As mesas rio são verdadeiras peças artísticas e únicas, que lembram um rio que flui entre as duas margens de um cânion. Estas obras de arte são obtidas pela aliança da madeira, um material natural e bruto, com a resina, material técnico e surpreedente que se transforma à vontade.


« credit : photo courtesy of JeffMackDesign Canada »

Podemos encontrar no site stardustcolors todos os produtos necessários para a realização da sua própria "mesa de rio" personalizada.


RESINA%20EP%C3%93XI%20E%20MESA%20RIO.PNG

Como escolher bem o tipo de madeira para o seu projeto de mesa epóxi?



Todas as espécies de madeiras (carvalho, choupo, castanheiro, pinho, abeto de Douglas,…) não têm as mesmas características e recomendamos algumas mais do que outras:

De fato, algumas madeiras são mais porosas do que outras, tendo tendência a "beber" a resina durante a moldagem e a libertar bolhas de ar.
Utilizaremos, de preferência, uma espécie de madeira como o ácer, a aveleira ou a oliveira
As madeiras mais porosas, como o pinho por exemplo, não são muito recomendadas.



Também devemos selecionar a madeira em função da espessura, do preço, da forma, dos padrões e da cor, mais ou menos clara. É obviamente possível tingir a madeira com um corante para madeira, para lhe dar cor ou torná-la mais escura, criando assim um contraste com a resina epóxi, colorida.
Muitas vezes, utilizamos a madeira da raiz ou da base do tronco, corte transversal.

Preparação da madeira:

Corte e secagem:

É muito importante ter uma madeira totalmente seca. A secagem pode levar até um ano depois da árvore ter sido cortada.
As tábuas devem ser perfeitamente planas. É preciso recorrer a um carpinteiro ou um marceneiro para obter cortes de qualidade.

Uma vez a tábua escolhida, podemos recortar a mesma no seu comprimento, no meio: cada metade é virada e os bordos planos colocados de cada lado do molde, para fazer os bordos da futura mesa rio.

Limpeza:

Devemos ter cuidado e preparar a madeira de maneira meticulosa, removendo as cascas e lixando a superfície e os bordos. Para remover os resíduos do lixamento e os pós, podemos usar ar comprimido.

Estabilizar:

A madeira é um material poroso: tem cavidades e fissuras: quando recoberta com uma resina epóxi, muitas vezes liberta ar (bolhas).
de maneira a prevenir qualquer formação de bolhas de ar na moldagem epóxi durante o endurecimento, aplicamos uma camada de primer em toda a madeira. Para o efeito, podemos utilizar quer:

- o nosso vermiz à base de água (secagem muito rápida)
- a resina epóxi resoltech 1010 hidrossolúvel e multi-usos

Embebemos o pincel e e o aplicamos de maneira generosa, tocando levemente sobre as fendas/buracos. Pode ajudar a prevenir as fugas através das fendas e fissuras da madeira.
Também é nesta etapa que podemos aplicar o corante, se acharmos a madeira demasiado clara.



Preparar a moldagem:

Fazemos uma estrutura para conter a resina epóxi: é o molde.
Deve ser estanque e muito bem apertado com o torno de apertar, já que a resina é fluida e tem tendência a escorrer facilmente se o molde não for hermético. Os lados do molde em melamina e a tábua do fundo são recobertos com um adesivo PVC brilhante e resistente, o que facilita o processo quando se quer descolá-lo depois.

Os troços de madeira dvem ser mantidos estáveis para evitar que se movam ou "flutuem" depois da moldagem.

É possível aplicar algumas linhas de silicone para impedir que a resina escorra, que podemos remover depois.


Moldar com a resina epóxi:

É judicioso verter primeiro uma pequena camada de resina de 5 milímetros no molde, antes de colocar e imobilizar a madeira. Permite impedir a formação de bolhas de ar, bem como a aparição de possíveis fugas durante o resto do processo.
Para esta fina camada, podemos usar a resina epóxi Resoltech 4000, com secagem rápida e que permite criar uma espessura de 1 ou 2 cm.
Uma vez que esta parcialmente endurecida, ou seja quando já podemos colocar a nossa unha nela, podemos então colocar o resto da resina.

Para fazer uma mesa rio com uma espessura de vários centímetros, recomendamos usar a resina WWA, já que é "lenta" (tempo de secagem), que permite até 16 cm de profundidade de uma só vez, com um resultado transparente e sem "retirada" após o seu endurecimento.

Conseguir uma moldagem epóxi:

A técnica é fácil, mas convém respeitar dois pontos essenciais:

1 - a mistura:
A precisão e a qualidade da mistura entre a resina e o endurecedo vão depender do bom endurecimento da resina:
Fazer uma mistura precisa, "em peso", não "em volume", com uma balança de precisão.
Para obter a reação química de polimerização, cada partícula do endurecedor deve misturar-se com cada partícula de resina.
Para o efeito, devemos utilizar uma lata redonda e uma régua, mexendo com força sem esquecer os lados e os recantos da lata.
Poderemos colocar a mistura numa segunda lata para ficar apenas com o "produto misturado" e não guardar o produto que ficar nos lados da lata.



2 - a espessura e a temperatura:
A resina epóxi cria um fenómeno de exotermia quando endurece: a reação liberta uma quantidade de energia sob a forma de calor. Quanto maior for a espessura, mais haverá libertação de calor (além deos 250°C!). Além de 16cm de espessura, o calor já não pode sair.
A forma influencia a maneira como o calor sai:



Uma temperatura ambiente baixa atrasa o endurecimento, o torna mais lento, enquanto que uma temperatura mais alta acelera o endurecimento e aumenta a exotermia.

Igualmente, quanto maior for a espessura, mais a resina endurecerá rapidamente. Ao contrário, mais a moldura for fina, mais o tempo de endurecimento será lento.

É portanto preciso evitar que a temperatura suba demasiado, e ter cuidado com a temperatura ambiente, a temperatura do produto quando armazenado (a resina), a forma e a profundidad da moldagem, e até com o material em que é feito o molde. Por exemplo, uma temperatura ambiente com alguns graus a mais pode criar defeitos na resina quando endurece: amarelecimento, retirada, rachas.

Moldar uma mesa rio:

Com a resina epóxi WWA, para criar uma espessura de resina de 5 cm será preciso trabalhar numa sala com ar condicionado uma temperatura ambiente entre 20 e 24°C
Para conseguir uma moldagem muito espessa, escolheremos uma temperatura mais baixa, que permitirá prolongar o tempo de endurecimento.
Se a temperatura ambiente estiver demasiado alta, a solução é fazer a moldagem em várias etapas, com menos espessuras e lixar com uma esponja abrasiva entre cada camada, para criar aderência.



Secagem:

A secagem (polimerização) da resina epóxi WWA demora 24/48h. O endurecimento completo demora 14 dias.
Para acelerar o endurecimento, podemos cozer a resina, uma vez seca, durante uma noite a 40°C.

Personalizar a sua resina epóxi com corantes e nácares:

As tintas:

Tingir a resina para a moldagem é possível graças às tintas Candy epóxi: são corantes muito translúcidos e ultra concentrados, que acrescentamos na mistura epóxi em pouca quantidade. Existem cerca de 20 cores, desde turquesa a vermelho, passando pelo preto, o roxo, o verde limão, ou até o azul cobalto. Outras cores opacas estão disponíveis.

Nácares em pó:

Estes pós ultra finos são pós ultra finos à base de mica, que utilizamos como "carga" para dar um efeito iridescente.
Podemos acrescentar cerca de 25g deste pó de nácares na mistura, para criar uma resina rica em cor e brilho.
Existem muitos tipos de nácares, transparentes, opacos e coloridos 
(ver o catálogo das 48 cores de nácares da Stardust®)

2-MINIATURES-BROCHURE-PIGMENTS-min-Copie


Nácares e corantes podem ser utilizados juntos para criar efeitos visuais extraordinários.



Acabamento:

A resina WWA cria uma superfície ultra dura e brilhante. A podemos envernizar, ou polir com uma lustradora e uma pasta de polimento, se quisermos aumentar o brilho e remover eventuais defeitos.

Fazer uma mesa luminosa e fosforescente:

Os pigmentos fosforescentes ou fotoluminescentes (sinónimo) armazenam a luz e a libertam pouco a pouco: a fosforescência.
São naturalmente esbranquiçados de dia, coloridos e luminosos na esucridão.
Uma gama de pigmentos fosforescentes coloridos de dia também existe.
Encontre a gama completa com muitas cores e tamanhos aqui: pó fosforescente


Conseguir moldar com uma resina epóxi:

Estes pigmentos são compatíveis com a resina epóxi e fáceis de misturar.
Acrescentamos cerca de 50 a 100g por Litro de resina.

Estes pigmentos são bastante pesados, e queremos evitar que recaiam antes da resina ter ficado dura.
Para que fiquem em suspensão na resina, temos duas soluções
- utilizar os pigmentos mais finos que houver (1-5µm ou 5-15µm), são mais leves
- preferir uma resina com efeito rápido, como a resina Resoltech 4000, que permite endurecer uma camada de 2cm em 30 min.



Menu